Histórico

A história da SBPO não começa no momento de sua fundação, mas desde o instante em que profissionais que já trabalhavam na área perceberam a necessidade de se reunir para discutir idéias e trocar informações a respeito de suas práticas.

O Primeiro Encontro Brasileiro de Psico-Oncologia aconteceu nos idos de 1989 em Curitiba, presidido pelo médico Luis Pedro Pizzatto. Naquele momento plantava-se a semente do que viria a ser, poucos anos depois, a SBPO. Deste encontro ficou, entre outras, a idéia de que os profissionais se reunissem a cada dois anos em encontros nacionais.

O Segundo Encontro Brasileiro só pode acontecer três anos depois, em 1992 em Brasília, no campus da Universidade de Brasília. Foi presidido pela Profa. Dra. Maria da Glória Gimenes. Neste encontro foram iniciadas as primeiras discussões com vistas à fundação de uma Sociedade que agregasse os profissionais que trabalhavam em Psico-Oncologia, defendendo seus interesses bem como contribuindo para o delineamento desta nova área de atuação profissional.

A fundação propriamente dita da SBPO somente aconteceu no III Encontro Brasileiro e I Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia, realizado em São Paulo em 1994 e presidido pela Profa. Dra. Maria Júlia Kovács. Nesta ocasião foi eleita a primeira Presidente da SBPO, a médica Maria Teresa Barreto de Botelho Monteiro, profissional residente em Aracaju, Sergipe. Iniciava-se ali nossa Sociedade, já atendendo a uma das idéias que a vem norteando sempre, a de que sua Diretoria seja sediada em diferentes regiões de nosso país.

Coube à Maria Teresa Barreto a missão de iniciar a estruturação de nossa Sociedade. Assim foi elaborado o primeiro Estatuto da SBPO e tomadas as medidas administrativas necessárias para seu registro oficial.

Não há como não pensar que a história da SBPO não esteja também estreitamente ligada a história de seus congressos nos quais ocorrem a Assembléia Geral e são tomadas as principais decisões relativas à defesa e desenvolvimetno da Sociedade.

Assim, no II Congresso Brasileiro realizado em Salvador em 1996, foi eleito como Presidente da SBPO o psicólogo Paulo Cyrillo, em cuja gestão houve uma sedimentação administrativa da Sociedade.

Em 1998, no Congresso de Goiânia, presidido pela Psicóloga Ana Maria Caran Miranda, foi eleita a Profa. Maria da Glória Gimenes como terceira presidente da SBPO. Em sua gestão, contatos políticos foram feitos com vistas a ampliar a atuação da SBPO, inserindo-a no panorama nacional no que se refere ao estabelecimento de políticas sobre o câncer. Assim nossa sociedade passou a ter assento no Grupo de Assessoria Técnica (GAT) do Conselho Consultivo do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Desde então, cada gestão tem contribuído para o aperfeiçoamento e consolidação do trabalho desenvolvido pela SBPO e investido em novas medidas na tentativa de aperfeiçoar o sistema administrativo de nossa Sociedade, como também para fomentar discussões, favorecer a troca de conhecimento e investir no aprimoramento teórico e prático dos profissionais que atuam com psico-oncologia.

Em cada congresso, em data previamente avisada, os associados em gozo de seus direitos, participam da Assembléia Geral, na qual são tomadas resoluções relativas à defesa e desenvolvimento da SBPO, nos termos e limites estabelecidos em estatudo.

Congressos Realizados

  • I Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia

    1989 – Curitiba

  • II Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia

    1992 – Brasília

  • III Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia

    1994 – São Paulo

  • IV Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia

    1996 – Salvador

  • V Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia

    1998 – Goiânia

  • VI Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia

    2000 – Gramado

  • VII Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia

    2002 – Recife

  • VIII Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia

    2003 – São Paulo

  • IX Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia / II Encontro Internacional de Psico-Oncologia e cuidados Paliativos

    2006 – São Paulo

  • X Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia

    2008 – Fortaleza

  • XI Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia

    2010 – Rio de Janeiro

  • XII Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia

    2013 – Minas Gerais

  • XIII Congresso Brasileiro de Psico-Oncologia

    2015 – Brasília